Com resultado líquido superavitário, ações judiciais favoráveis e o apoio ao futuro governo do RS, atual gestão da ASOFBM é aprovada em Assembleia

 A Assembleia Geral Extraordinária convocada pela Associação dos Oficiais da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros, realizada na noite de quarta-feira (5/12) no Auditório do Grêmio Náutico União, contou com as presenças dos associados Oficiais da Ativa, Inativos e da Reserva Remunerada das duas Instituições militares estaduais. A primeira chamada, conforme edital publicado no Jornal do Comércio do dia 28/11, iniciou às 19h. Momento em que os representantes da Construtora Melnick Even apresentaram  ofertas de imóveis  com descontos e prazos diferenciados para os sócios da Asofbm, através de convênio firmado entre a Incorporadora e a Entidade. Após a segunda chamada, às 19h30, a mesa da Assembleia foi composta pelo o Presidente em exercício do TJM, Juiz Cel Antonio Carlos Maciel Rodrigues, o presidente da ASOFBM, Cel RR Marcelo Gomes Frota, o Comandante-geral da BM, Cel Mario Ikeda, o Comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Cel Cleber Pereira, e o presidente do Conselho Deliberativo Asofbm, Cel RR Carlos Alberto Azeredo.
 
Antes da abertura oficial da Assembleia realizada pelo Vice-governador eleito, delegado Ranolfo Vieira Júnior, o presidente da ASOFBM, Cel Marcelo Gomes Frota, deu boas-vindas aos sócios e às autoridades. Lembrou que durante a campanha eleitoral, tanto o governador eleito, Eduardo Leite, como o vice dedicaram horas na sede da Instituição, além dos debates promovidos entre os candidatos, manifestando dessa forma, o interesse público para os próximos quatro anos. Salientou que o principal atributo do novo governo é “a capacidade de dialogar, fato que não ocorreu no atual governo”.
 
Dessa forma, o Coronel Marcelo Gomes Frota, declarou o desejo que o futuro governo, assumisse dois compromissos perante aos associados. O primeiro, “a manutenção do diálogo, antes de enfrentar assuntos relacionados ao regime jurídico e quaisquer alterações legislativas, para que a Associação possa avaliar as propostas, propor contraponto e informar aos gestores do Estado consequências para as pessoas do Rio Grande além de antecipar informações aos associados. E o segundo, tratamento isonômico entre as carreiras dos delegados e dos Oficiais Militares Estaduais. O presidente da ASOFBM citou, também, a importância do pagamento integral dos vencimentos, a necessidade da reposição da inflação, de cerca de 5,6%  e à retomada das promoções da BM, conforme a legislação. Ao término, agradeceu a presença de todos e principalmente do Vice-governador, colocando a Entidade à disposição para contribuir no êxito do próximo governo.
 
Ao usar  a palavra, o Vice-governador eleito agradeceu o apoio que a ASOFBM vem realizando, através do Coronel Frota, “no momento mais crítico da transição de Governo, que é a aprovação na Assembleia Legislativa da manutenção das alíquotas do ICMS”. Lembrou a liderança da ASOFBM que, em poucos dias, reuniu representantes da Alta Gestão do Estado e que em consenso todos apoiaram a aprovação do PL190 na AL. Reforçou que logo em seguida, “o Cel Frota defendeu em Audiência Pública o projeto e posteriormente entregou ao Legislativo a Carta de Apoio assinada pelos representantes das Carreiras Jurídicas e Típicas de Estado”. “Foi imensurável a determinação e o empenho do Coronel Frota” garantindo, ao mesmo tempo, que a ASOFBM, a Brigada Militar e o Corpo de Bombeiros vão estar atuando, compondo as decisões na área da Segurança Pública . Lembrou, também, que apesar de trabalhar com um orçamento para o próximo ano de R$ 63 bilhões ante uma despesa de R$ 70 bilhões. Os restos a pagar (do atual governo) devem ficar em torno de R$ 5 bilhões, devendo totalizar um déficit de R$ 12 bilhões para o próximo ano, mesmo assim, a retomada dos vencimentos integral, do funcionalismo será prioridade. “Ao longo dos meses todos deverão saber o dia do pagamento, não haverá informação de um dia para o outro”. O Vice-governador eleito, antecipou, em primeira mão, para os Oficiais associados algumas modificações na área da Segurança Pública (veja a matéria  Correio do Povo)
 
Ações judiciais ASOFBM
Na Assembleia Geral Extraordinária, uma das pautas anunciadas, durante a convocação, foram as ações judiciais. Os associados presentes aprovaram por unanimidade todas as ações desenvolvidas pelo departamento jurídico da Entidade.
A título exemplificativo, cita-se as seguintes ações judiciais:
1) Ação contra o Banrisul, referentemente aos empréstimos de antecipação do 13º salário;
2) Ação contra o Estado do RS, buscando indenização por acúmulo de cargos (substituição horizontal);
3) Ação contra o Estado do RS, em face do parcelamento de salários, com decisão favorável do STF;
4) Ação contra a Zero Hora, buscando indenização pelos danos morais suportados em razão da "tirinha" que imputava aos policiais tendências racistas.
 
O departamento, também, apresentou mais sete novas demandas judiciais que envolvem desde as normas do Regime Próprio de Previdência Social do Estado do Rio Grande do Sul, até o indexador da correção dos atrasos salariais,  e outras ações detalhadas aos sócios participantes.
 
Associado da ASOFBM desde 2014, O Capitão QOEM, Vinícius Oliveira Braz Deprá, avaliou positivamente as estratégias conduzidas pela atual diretoria. Reforçou a qualidade da atuação da Associação na Reforma da Previdência, o trabalho incansável nas  tratativas que estão sendo realizadas junto ao Governo Federal referente ao encaminhamento do PL 4363/2001  para a votação no plenário da Câmara, da Lei Orgânica Nacional das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros, assim como, o encaminhamento das PECs do Ciclo Completo de Polícia. A participação da diretoria na Transição do Presidente da República eleito, Jair Bolsonaro, também foi enfatizada pelo Capitão, “ pela primeira vez, na história da ASOFBM temos um Oficial que participa de uma composição tão importante como essa”, declarou o Capitão.  
 
Prestações de Contas
As prestações de contas relacionadas ao ano de 2017, também foram detalhadas para os sócios que participaram da Assembleia. Os dados são da tesouraria da ASOFBM e do escritório CM Contabilidade. De acordo com os números, a média mensal das Receitas do ano passado foi de R$ 151.600,00. E o resultado líquido do ano de 2017 foi superavitário em R$ 141.110,00.
Também foi informado que a disponibilidade em recursos em 31/12/2017 foi de R$ 589.621,19 e para este ano está previsto R$ 781.028,47, ou seja um aumento de 25% em relação ao ano passado, sendo que o patrimônio social da Associação é equivalente a R$ 1.558.394,73.
 
Ao término da Assembleia, os associados, além de aprovarem as estratégias da atual gestão da ASOFBM, revelaram a satisfação pela representatividade da atual diretoria.
 
 
 
 
 




Vídeos

ASOFBM convoca todos Oficiais associados para a Assembleia que será realizada no auditório do Grêmio Náutico União, localizado na Rua João Obino, número 300 – Alto Petrópolis, em Porto Alegre, dia 5/12, às 19h


Veja mais notícias [+]