Mourão é homenageado pelo Tribunal de Justiça Militar

O vice-presidente eleito, general Antônio Hamilton Mourão, recebeu na tarde desta sexta-feira uma série de homenagens durante sessão solene realizada no Tribunal de Justiça Militar (TJM), em Porto Alegre. Entre as condecorações estava a Comenda do Centenário do TJM, além de diversas medalhas e placas em reconhecimento à vitória nas eleições por parte da Brigada Militar e diversas entidades representativas da instituição, entre elas a Associação dos Sargentos Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar (Asstbm) e a Associação dos Oficiais da Brigada Militar (Asofbm).

A Comenda do Centenário do TJM foi entregue a Mourão pelo presidente da corte, coronel Paulo Roberto Mendes e pelo comandante do Comando Militar do Sul, general de exército Geraldo Antonio Miotto. “Podem ter certeza que eu não imaginava essa quantidade de homenagens que recebi, as quais honram a mim, as nossas raízes estão neste Estado e onde, a gente desde pequeno, acompanhou o trabalho da nossa Brigada Militar em suas tradições e sua rica histórica e que envaidece e orgulha a todo povo gaúcho”, disse Mourão.

Durante o discurso, ao se referir à Justiça Militar, Mourão afirmou que o órgão “muitas vezes é atacado por aqueles que desconhecem os seus propósitos”. “Desconhecem a firmeza de suas ações e buscam olhá-la como se fosse algo corporativista, mas fazem isso por quê? Porque desconhecem os propósitos de todos aqueles que abraçam a vida militar, quer seja nas forças armadas, quer seja nas forças auxiliares, os valores e o espírito de cumprimento de missão, a camaradagem, a lealdade, a honestidade, permeiam as nossas instituições, não são privilégio dos que usam o verde oliva, o branco ou o azul, mas de todos aqueles que envergam um uniforme dentro do nosso Brasil”, reiterou.

Mourão ainda garantiu que ele e o presidente Jair Bolsonaro têm “muito firme dentro do pensamento” a defesa constante do que é a Justiça Militar. “Pela capacidade que ela tem de julgar e punir aqueles que têm que ser julgados e punidos, diferente do que ocorre nos outros Foros que permitem outras instâncias de julgamento e aqui nós conhecemos muito bem como tratar e aplicar a Justiça àqueles que merece. Para mim esta tarde foi um momento de extrema emoção, a magnitude das homenagens recebidas e eu agradeço a todos”, destacou.

“Estamos iniciando um novo processo dentro do nosso País, onde existe uma esperança muito grande no conjunto da nossa população e, pelo que eu tenho conversado com o nosso presidente, vamos aplicar aquilo que nós aprendemos ao longo da nossa vida: a honestidade de propósitos; a dedicação integral à missão que a nação brasileira nos colocou: a austeridade no trato da coisa pública; a coordenação e controle de tudo aquilo que for feito dentro do governo e isso tem que ser incansavelmente buscado e principalmente, dar o exemplo”, ressaltou. O discurso de Mourão foi encerrado com uma citação do escritor inglês Gilbert Keith Chesterton. “Ele diz que o soldado não tem ódio daquele que ele tem que combater, mas sim o soldado ama quem está na sua retaguarda, a quem ele tem que proteger. E é desta forma que nós vamos nos comportar”, finalizou.

 Fonte Correio do Povo http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/Politica/2018/11/666944/Mourao-e-homenageado-pelo-Tribunal-de-Justica-Militar

O Vice-presidente da ASOFBM, Cel Marcos Paulo Beck, representou a Associação dos Oficiais da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros durante a solenidade.




Vídeos

ASOFBM convoca todos Oficiais associados para a Assembleia que será realizada no auditório do Grêmio Náutico União, localizado na Rua João Obino, número 300 – Alto Petrópolis, em Porto Alegre, dia 5/12, às 19h


Veja mais notícias [+]